google-site-verification=WfWoAysKqsWcNCGmUCkj81BZoZ7C1NSZpjKSFHUfsJ4

LIVROS

Entre Medicina e Filosofia

Os textos aqui reunidos têm como ponto de partida a psicologia empírica oriunda da metafísica wolffiana e a antropologia do Iluminismo alemão, dois campos extremamente fecundos do pensamento do período, onde se entrecruzam literatura, filosofia, medicina e teologia. Stefanie Buchenau, professora da Universidade de Paris VIII e autora de inúmeros trabalhos sobre a filosofia e a literatura do século XVIII, revela com muita leveza a precisão a importância da medicina na obra de expoentes da filosofia tedesca, como Sulzer, Herder, Kant e Maimon.

O herói niilista e o impossível além do homem

A partir de um exame minucioso da obra Os demônios de Dostoiévski, o livro apresenta uma dos traços centrais da modernidade, a saber, a sua espiritualidade niilista. Talvez uma das lições mais importantes do livro seja a de que certas questões filosóficas da modernidade — das mais graves, diríamos — só podem ser devidamente iluminadas por obras literárias.

Três lições sobre a Mitologia

As conferências proferidas por Martin Disselkamp analisam o pensamento mitológico do escritor alemão, situando-o em relação às discussões sobre o mito no Iluminismo. Segundo o autor, com sua concepção mitopoética Moritz antecipou o que seria a “nova mitologia” do primeiro romantismo alemão. 

O nascimento da estética no século XVIII

Este livro foi apresentado originalmente como tese de doutorado defendida na Universidade de São Paulo. Mais que um estudo sobre a estética de Alexander Baumgarten, é, como diz o título, uma verdadeira introdução à estética do século XVIII.  

Editora Clandestina: um projeto  sem fins lucrativos com o propósito de facilitar a divulgação de obras filosóficas e literárias em formato digital

  • Facebook Clandestina
  • Instagram Clandestina