google-site-verification=WfWoAysKqsWcNCGmUCkj81BZoZ7C1NSZpjKSFHUfsJ4
 
Editora Clandestina

LIVROS

Bento Prado Jr. O Único Verso

O Único Verso

Explorar o que a linguagem pode revelar em seus caprichos é uma preocupação marcante dos ensaios de Bento Prado Jr. (1937-2007), escritor ímpar na prosa filosófica brasileira. A escuta atenta àquilo que as palavras podem esconder está presente também nesta coletânea, que reúne os poemas por ele escritos ao longo de quase cinquenta anos de criação. A consciência aguda da linguagem, afiada ainda nas leituras da filosofia e da psicanálise, é uma herança da poesia modernista brasileira (principalmente Drummond e Bandeira), cujo legado se faz nitidamente ouvir neste livro.

O poeta tem atrás de si toda a grandeza, mas também o peso de um passado; ele se vê pequeno, impotente, como um “claro rebento de uma estirpe rara”, que, no entanto, é “muito menos do que um Prado”. Ironia do destino absorvida com autoironia por um autor que conhece bem a condição precária da autoria. O sobrenome veio antes, assim como a repetição vaticinante do próprio nome. O que virá depois? Um mundo se foi, e outro se agigantou à sua frente; entre o antigo e o novo, o poeta resiste, não sem delicadeza, insistindo em querer abraçar todo o universo em um só verso. 

Entre Medicina e Filosofia

Entre Medicina e Filosofia

Os textos aqui reunidos têm como ponto de partida a psicologia empírica oriunda da metafísica wolffiana e a antropologia do Iluminismo alemão, dois campos extremamente fecundos do pensamento do período, onde se entrecruzam literatura, filosofia, medicina e teologia. Stefanie Buchenau, professora da Universidade de Paris VIII e autora de inúmeros trabalhos sobre a filosofia e a literatura do século XVIII, revela com muita leveza a precisão a importância da medicina na obra de expoentes da filosofia tedesca, como Sulzer, Herder, Kant e Maimon.

O Herói Niilista

O herói niilista e o impossível além do homem

A partir de um exame minucioso da obra Os demônios de Dostoiévski, o livro apresenta uma dos traços centrais da modernidade, a saber, a sua espiritualidade niilista. Talvez uma das lições mais importantes do livro seja a de que certas questões filosóficas da modernidade — das mais graves, diríamos — só podem ser devidamente iluminadas por obras literárias.

Três liçõe sobre a Mitologia - Martin Disselkamp

Três lições sobre a Mitologia

As conferências proferidas por Martin Disselkamp analisam o pensamento mitológico do escritor alemão, situando-o em relação às discussões sobre o mito no Iluminismo. Segundo o autor, com sua concepção mitopoética Moritz antecipou o que seria a “nova mitologia” do primeiro romantismo alemão. 

O nascimento da estética no século XVIII - Oliver Tolle

O nascimento da estética no século XVIII

Este livro foi apresentado originalmente como tese de doutorado defendida na Universidade de São Paulo. Mais que um estudo sobre a estética de Alexander Baumgarten, é, como diz o título, uma verdadeira introdução à estética do século XVIII.